Esportes

Argel lamenta derrota e diz ser "inacreditável" perder quatro pênaltis seguidos

O técnico Argel Fucks demonstrou insatisfação com o desempenho do Vitória no campeonato após mais uma derrota em casa, desta vez para o Cruzeiro, no Barradão, por 1 a 0 neste domingo (23). Em entrevista coletiva após o apito final, o treinador disse ser "inacreditável" que o time perca outro pênalti sobre o seu comando. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Francisco Galvão/ECV/Divulgação

Por Matheus Simoni no dia 23 de Outubro de 2016 ⋅ 18:54

O técnico Argel Fucks demonstrou insatisfação com o desempenho do Vitória no campeonato após mais uma derrota em casa, desta vez para o Cruzeiro, no Barradão, por 1 a 0 neste domingo (23). Em entrevista coletiva após o apito final, o treinador disse ser "inacreditável" que o time perca outro pênalti sobre o seu comando.

"Nossa equipe perdeu 3 pênaltis em 2 jogos. Fizemos oito jogos e perdemos 4 pênaltis. Estamos fazendo o que podemos. Ontem de manhã treinamos bola parada. Não é por falta de treino, estamos fazendo o possível e o impossível. É inacreditável o que vem acontecendo. O torcedor iria inflamar muito a nossa equipe no caso do gol. Ele vem fazendo a parte dele, só falta a gente fazer a nossa", afirmou.

Ainda de acordo com Argel, as vaias e gritos da arquibancada são justas diante da atuação da equipe. Após Cárdenas desperdiçar a cobrança, os torcedores passaram a gritar "ão, ão, ão, segunda divisão" para o próprio time. "O torcedor tem direito de reclamar, fez uma boa festa. Mas só nós podemos mudar essa situação. Perdermos quatro pênaltis seguidos com quatro jogadores diferentes. Tivemos várias chances, os grandes responsáveis são a gente", declarou.

O treinador rubro-negro divergiu da torcida e viu um vitória melhor no primeiro tempo, mesmo saindo derrotado de campo com o placar ainda parcial. "Resultado ruim para a sequência do campeonato. Mas jogamos bem, o adversário não teve chances de gol no primeiro tempo. Tomamos um gol de bola parada mais uma vez com falha coletiva. Nosso erro continua, errando atrás e na frente. O campeonato vai passando e temos uma dificuldade a cada jogo. Temos que fazer o resultado criando as chances que temos. Criamos o a expulsão do adversário e o pênalti, mas não tivemos capacidade para converter em gol. Mas não tem muito o que explicar", lamentou ele.

Notícias relacionadas