Esportes

Fifa volta a multar CBF por homofobia de torcida e ameaça punição mais dura

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi multada pela segunda vez em menos de dois meses por causa de comportamentos homofóbicos de torcedores brasileiros durante uma das partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. A ocorrência aconteceu na partida contra a Bolívia, no dia 6 de outubro, e acabou como uma multa de 25 mil francos suíços (cerca de R$ 83 mil). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Pedro Martins / MoWa Press / Divulgação

Por Laura Lorenzo no dia 03 de Novembro de 2016 ⋅ 17:37

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi multada pela segunda vez em menos de dois meses por causa de comportamentos homofóbicos de torcedores brasileiros durante uma das partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. A ocorrência aconteceu na partida contra a Bolívia, no dia 6 de outubro, e acabou como uma multa de 25 mil francos suíços (cerca de R$ 83 mil) e um aviso final: caso o comportamento dos torcedores do Brasil continuar, os jogos da seleção Canarinho serão mudados de local. 

A CBF foi multada ainda em 15 mil francos (R$ 49 mil) por ter organizado uma coletiva de imprensa, no último dia 11, na Venezuela, em uma localização “não oficial”.

O outro punição da CBF aconteceu em setembro, após de gritos homofóbicos de torcedores em Manaus, num jogo contra a Colômbia, também durante as Eliminatórias para a Copa da Rússia. Na ocasião, a multa foi de 20 mil francos. Por ser reincidência, a segunda multa foi mais cara.

A Fifa deixou claro também que, caso as ocorrências continuem, medidas mais duras serão tomadas, como por exemplo, proibir que a seleção jogue em determinadas cidades. 

Notícias relacionadas