Esportes

José Ataíde conta histórias e elogia MK: “Meu comandante”

Em participação no Jornal da Bahia no Ar, nesta quinta-feira (30), o locutor, narrador e comentarista esportivo José Ataíde, falou com muito bom humor sobre seus 67 anos no rádio esportivo da Bahia e também sobre a sua história na Rádio Metrópole. {Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Tácio Moreira/ Metropress

Por Ticiane Bicelli no dia 30 de Julho de 2015 ⋅ 11:02

Em participação no Jornal da Bahia no Ar, nesta quinta-feira (30), o locutor, narrador e comentarista esportivo José Ataíde, falou com muito bom humor sobre seus 67 anos no rádio esportivo da Bahia e também sobre a sua história na Rádio Metrópole. Atualmente ele comanda o programa “Bom Dia Bola”, de 5h às 6h.

Questionado sobre as transformações no rádio e a interferência da crise, ele disparou: “Só saio daqui a pontapé! Mário Kertész é meu comandante!”. Já sobre as mudanças no horário do seu programa ao longo dos anos, ele disse que vai continuar apresentando, nem que seja “à meia noite, na porta do cemitério, transmitindo para os espíritos”. Ataíde afirmou que não há constrangimento na hora de cobrar o pagamento aos anunciantes. “Quatro anunciantes esqueceram de pagar e eu falava no ar - 'tá passando da horaaaa...depois de ser elogiado, eu vou te reprovar no ar!'”.


Jose Ataíde afirmou que foi o precursor do arrendamento de horário em rádio, o que garante a manutenção dos programas esportivos. “Quanto é que custa o seu futebol? Quanto é que custa a sua hora?”, questionava logo no primeiro encontro. O comentarista esportivo afirmou que naquela época “todos aprenderam que antes de gritar 'Goool', era preciso falar antes o nome do patrocinador”.


Durante a conversa com o apresentador Zé Eduardo, Jose Ataíde antecipou algumas histórias que serão contadas em uma peça teatral, nesta quinta-feira (30), no Teatro Sesc Casa do Comércio, a partir das 20h. Na ocasião, o público vai poder saber sobre sua infância; o início de carreira e momentos mais marcantes; mudanças na forma de fazer rádio; negócios no meio esportivo; além de histórias pitorescas seja envolvendo as prostitutas do Pelourinho ou nomes importantes, como o Francisco de Assis Chateaubriand Bandeira de Mello, o Chatô. “O espetáculo hoje não é de calcinha, não é hora da criança, não estou fazendo para menino. Preparem-se!”, disparou convidando os ouvintes.

 

Notícias relacionadas

[Risco de rebaixamento do Vitória chega a 88%]
Esportes

Risco de rebaixamento do Vitória chega a 88%

Por Matheus Simoni no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 08:00 em Esportes

O rubro-negro tem 36 pontos e está na vice-lanterna da competição,atrás apenas do Paraná, que já está rebaixado

[Bahia perde por 1 a 0 para o Atlético-MG fora de casa]
EsportesCAMPEONATO BRASILEIRO

Bahia perde por 1 a 0 para o Atlético-MG fora de casa

Por Matheus Simoni no dia 17 de Novembro de 2018 ⋅ 21:52 em Esportes

O resultado fez o tricolor ficar parado na 10ª posição, com 44 pontos e dentro da zona de classificação para a próxima edição da Copa Sul-Americana