Esportes

Com um a menos, Vitória cede empate no fim com o Vasco na Copa do Brasil

O Vitória foi até o Rio de Janeiro nesta quinta-feira (9), no estádio São Januário, para enfrentar a equipe do Vasco da Gama pela terceira rodada da Copa do Brasil. Pelo jogo de ida, o rubro-negro tinha como objetivo tentar levar um bom resultado para o jogo de volta no Barradão. No entanto, o time baiano, que vencia até os acréscimos, acabou se complicando e empatou em 1 a 1. [Leia mais...]

[Com um a menos, Vitória cede empate no fim com o Vasco na Copa do Brasil]
Foto : Divulgação/CRVG/Paulo Fernandes

Por Matheus Simoni no dia 09 de Março de 2017 ⋅ 21:13

O Vitória foi até o Rio de Janeiro nesta quinta-feira (9), no estádio São Januário, para enfrentar a equipe do Vasco da Gama pela terceira rodada da Copa do Brasil. Pelo jogo de ida, o rubro-negro tinha como objetivo tentar levar um bom resultado para o jogo de volta no Barradão. No entanto, o time baiano, que vencia até os acréscimos, acabou se complicando e empatou em 1 a 1. O gol rubro-negro foi marcado por Patric, de pênalti, no segundo tempo. Também de pênalti, Nenê fez o gol do time mandante.

O jogo começou com os ânimos exaltados. Nervoso, o Vitória não conseguia trocar passes para tentar furar a defesa vascaína. Quando era pressionada, a equipe do técnico Argel Fucks abusava de cometer faltas. A melhor chance do Vitória veio com Gabriel Xavier, que avançou livre após lançamento de Paulinho, mas avançou demais coma  bola e desperdiçou. No final do primeiro tempo, Euller acabou levando o segundo amarelo após falta controversa contra Kelvin e acabou expulso.

Na volta para o segundo tempo, o time rubro-negro seguia cometendo faltas e chegou a ficar com cinco jogadores com cartão amarelo na partida. O goleiro Fernando Miguel ia impedindo que o placar fosse alterado, mesmo com o fraco desempenho do ataque do Vasco. Em contra-ataque, o árbitro marcou pênalti de Manga após o jogador colocar a mão na bola dentro da área. Patric foi para a cobrança e deslocou o goleiro Martin Silva para deixar o Vitória na frente do placar.

A equipe baiana se aproveitou do nervosismo dos cariocas e se fechou na defesa para impedir o empate. A maior chance de perigo foi quando Gilberto cabeceou a bola na trave rubro-negra. Na sobra, Thales tentou mandar para o gol, mas a bola foi para fora. O placar seguiu inalterado até os acréscimos, quando o árbitro marcou pênalti de David em Nenê. O camisa 10 do Vasco converteu a cobrança e empatou a partida.

Com o empate, um 0 a 0 garante o time do Vitória na fase seguinte. O segundo confronto acontece na próxima quinta-feira (16), no Barradão, às 19h30. 

Notícias relacionadas

[Barradão 'é lugar do futebol masculino', diz Paulo Carneiro]
Esportes

Barradão 'é lugar do futebol masculino', diz Paulo Carneiro

Por Juliana Almirante no dia 19 de Abril de 2019 ⋅ 13:30 em Esportes

Candidato à presidência do Vitória também disse que pretende se reunir com o consórcio que administra a Fonte Nova para garantir os direitos do clube sobre o estádio

[Vitória anuncia dispensa e afastamento de atletas]
Esportes

Vitória anuncia dispensa e afastamento de atletas

Por Matheus Simoni no dia 12 de Abril de 2019 ⋅ 13:40 em Esportes

Jogadores treinarão à parte, a partir da próxima segunda-feira (15), num grupo especial, em horário oposto ao elenco principal