Esportes

Nadadora comemora prisão do presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos

A nadadora Joanna Maranhão demonstrou em um post sua satisfação com a notícia da prisão do cartola Coaracy Nunes, presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e de outros dirigentes pela Polícia Federal, nesta quinta-feira. [Leia mais…]

[Nadadora comemora prisão do presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos ]
Foto : UFMG

Por André Teixeira no dia 06 de Abril de 2017 ⋅ 12:16

A nadadora Joanna Maranhão demonstrou em um post sua satisfação com a notícia da prisão do cartola Coaracy Nunes, presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) e de outros dirigentes pela Polícia Federal, nesta quinta-feira.

De acordo com a investigação, cerca de R$ 40 milhões repassados à entidade, podem ter sido desviados. 

No post disse a atleta: “Chorei de alívio. Vocês não têm ideia de como esperei por isso. Acabei de sair da água. Celular cheio de ligação e mensagem. Era novidade pra vocês que eles estavam desviando grana? Pra mim não. E afirmo: não era novidade para NINGUÉM. E repito: quem se calou sempre foi conivente”, completou a nadadora.

Os detidos são Coaracy Nunes Filho, afastado em fevereiro por improbidade administrativa, o diretor financeiro da entidade, Sérgio Ribeiro Lins de Alvarenga, o coordenador de polo aquático, Ricardo Cabral, e o gerente de natação, Ricardo de Moura, considerado o braço-direito de Coaracy.

Segundo a PF \'apesar de a CBDA ser uma entidade privada, ela tem convênios com o Ministério do Esporte, além de receber patrocínio estatal através dos Correios\'. A Polícia Federal diz ainda que \'seus representantes têm a obrigação de obedecer à Lei das Licitações e, caso a quebrem, devem responder como funcionários públicos\'. Os investigados vão responder também por peculato e associação criminosa.

 

 

Notícias relacionadas