Esportes

Justiça americana acusa CBF de fraude em contratos na Copa do Brasil

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos divulgou, nesta quarta-feira (27), que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) é acusada de corrupção em acordos comerciais. A investigação é a mesma que prendeu sete dirigentes do futebol, inclusive o ex-presidente e atual vice da confederação nacional, José Maria Marin.

[Imagem not found]
Foto : Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 27 de Maio de 2015 ⋅ 12:14

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos divulgou, nesta quarta-feira (27), que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) é acusada de corrupção em acordos comerciais. A investigação é a mesma que prendeu sete dirigentes do futebol, inclusive o ex-presidente e atual vice da confederação nacional, José Maria Marin. Conforme as autoridades americanas, as acusações incluem pagamento de suborno em contrato da CBF com uma grande marca esportiva e também em acordos firmados na Copa do Brasil.


A principal patrocinadora da confederação é a Nike. Na nota, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos cita também outras competições que estão envolvidas no esquema de corrupção, como as eliminatórias da Copa do Mundo na região da Concacaf, a Copa de Ouro e a Liga dos Campeões, organizada pela Concacaf, além da Copa América e da Copa Libertadores, que é organizada pela Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol).

Notícias relacionadas

[Bahia tem desfalque na lateral-esquerda na Sul-Americana]
EsportesCOPA SUL-AMERICANA

Bahia tem desfalque na lateral-esquerda na Sul-Americana

Por Matheus Simoni no dia 21 de Setembro de 2018 ⋅ 00:22 em Esportes

Com Léo Pelé expulso, o técnico Enderson Moreira terá que improvisar um jogador na lateral-esquerda na partida de volta contra o Botafogo no dia 3 de outubro, pelas oitav...

[Bobô revela vontade de presidir o Bahia]
Esportes

Bobô revela vontade de presidir o Bahia

Por Alexandre Galvão no dia 20 de Setembro de 2018 ⋅ 18:33 em Esportes

Ex-astro tricolor, ele lembrou, no entanto, que não pode se candidatar atualmente por ser deputado estadual