Esportes

Treinadora da seleção brasileira feminina de futebol é demitida

A técnica da seleção brasileira feminina de futebol Emily Lima foi demitida do cargo nesta sexta-feira (22). Conforme comunicado da CBF, os motivos do desligamento da treinadora foram os maus resultados da seleção nos últimos jogos. [Leia mais...]

[Treinadora da seleção brasileira feminina de futebol é demitida]
Foto : Divulgação

Por Paloma Morais no dia 22 de Setembro de 2017 ⋅ 18:55

A técnica da seleção brasileira feminina de futebol Emily Lima foi demitida do cargo nesta sexta-feira (22). Conforme comunicado da CBF, os motivos do desligamento da treinadora foram os maus resultados da seleção nos últimos jogos. Na semana passada, o time feminino teve duas derrotas em amistosos contra a Austrália. Além disso, o fraco desempenho no Torneio das Nações, em que o Brasil saiu sem vencer nenhum jogo, também foi levado em conta.

Emily comandava o time desde novembro de 2016, quando substituiu o técnico Vadão. Com a seleção, ela conquistou o Torneio Internacional de Manaus, em dezembro, após vencer a Itália na decisão.

Em entrevista ao Globo Esporte, Emily disse não entender o motivo da demissão e criticou a entidade, alegando falta de envolvimento com a seleção feminina de futebol.“Não justificou. Foi curto e grosso. Foram os resultados. Aí ele vira e fala que também foram outros fatores aqui dentro. Fiquei sem entender. Falou que quando estiver de cabeça fria a gente esclarece. Resultados. Se você olhar os resultados, a gestão passada também perdeu para esses adversários. Mas a gente não entende. Há diferença grande entre o que o coordenador do masculino faz e o coordenador do feminino faz. Faltou suporte do nosso coordenador. Sei que ele nunca foi a favor. Ele falava que trabalhar muito não era muito bom. Que eu trabalhava em excesso. Mas tenho que agradecer a oportunidade. Infelizmente o presidente não consegue acompanhar o trabalho de perto e escuta dos outros as opiniões e tira conclusões disso”, disse.

Notícias relacionadas