Esportes

Ídolo do Bahia reclama de falta de reconhecimento a heptacampeões: 'Fico revoltado'

Douglas comparou o reconhecimento que os heptacampeões têm em relação aos atletas que conquistaram o Campeonato Brasileiro pelo Bahia em 1988

[Ídolo do Bahia reclama de falta de reconhecimento a heptacampeões: 'Fico revoltado']
Foto : Clerisson Amorim

Por Leo Sousa no dia 11 de Janeiro de 2019 ⋅ 16:00

O ex-jogador Douglas Franklin, tido como um dos melhores da história do Bahia, reclamou de falta de reconhecimento aos atletas que conquistaram o heptacampeonato baiano pelo tricolor, na década de 70.

Em entrevista ao programa Papo com Tilé, ontem (10), na Rádio Metrópole, Douglas comparou o reconhecimento que os heptacampeões têm em relação aos atletas que conquistaram o Campeonato Brasileiro pelo Bahia em 1988.

Para ele, os jogadores de 88 "estão agrandados". "Eles deram glória um ano só. Os heptacampeões fizeram alegria sete anos seguidos", afirmou. O ídolo tricolor revelou ficar "revoltado com como tratam os ex-jogadores que não participaram de 88".

Douglas fez comparações ao que viveu no Santos, clube pelo qual foi campeão brasileiro em 1968, anos antes de vir para Salvador. Segundo o ex-meia, no clube santista, há mais união entre os ex-jogadores.

"O Santos é diferente. Você já pensou se o Mengálvio, Zito, Pepe, Dalmo, Pelé não recebessem a gente (campeões brasileiros de 1968) de braços abertos? Eles foram bicampeões do mundo e não são orgulhosos. Não existe distanciamento. A gente chega hoje, senta numa padaria, toda quinta-feira à tarde, fica conversando, brincando. E esses jogadores todos lá com a gente, recebem todos. Todos os jogadores do Santos são assim", revelou.

"Infelizmente eu não vejo essa união no Bahia. Eu recebi algumas reclamações de alguns jogadores que participaram de alguns campeonatos do heptacampeonato e eles não estão muito contentes com o que acontece", completou.

Douglas jogou pelo Bahia de 1972 a 1979. Segundo maior artilheiro da história tricolor, com 211 gols, é considerado um dos maiores jogadores da história do clube. O ex-meia foi destaque do time heptacampeão baiano entre 1973 e 1979.

Notícias relacionadas