Esportes

Membro da Concacaf admite suborno para escolher sede da Copa

O ex-secretário-geral da Concacaf e ex-vice-presidente da Federação Norte-Americana de Futebol,Blazer confessou ter recebido subornos durante os processos de seleção das sedes das Copas do Mundo de 1998. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto :Fabrice Coffrini/AFP

Por Bárbara Gomes no dia 03 de Junho de 2015 ⋅ 19:19

O ex-secretário-geral da Concacaf e ex-vice-presidente da Federação Norte-Americana de Futebol,  Blazer confessou ter recebido subornos durante os processos de seleção das sedes das Copas do Mundo de 1998 e 2010, na França e na África do Sul.

A confissão está por escrito, em um documento da justiça norte-americana, com o título “Estados Unidos vs. Charles Blazer”. Blazer admitiu ter recebido, junto com outras pessoas, propinas para a escolha das sede e das vendas de direitos de transmissão da Copa Ouro.

“Durante minha associação com a Fifa e a Concacaf, entre outras coisas, eu e outros concordamos que eu ou um co-conspirador iríamos cometer pelo menos dois atos de atividades ilícitas. Entre outras coisas, eu concordei com outras pessoas em 1992 facilitar a aceitação de suborno em conjunção com a seleção do país-sede para a Copa do Mundo de 1998”, declarou o cartola.

Chuck Blazer fez parte do Comitê Executivo da Fifa entre 1996 e 2013. Já na Concacaf, foi secretário-geral entre 1990 e 2011.

Comentarios

Notícias relacionadas