Esportes

Presidente do Conselho, Mota diz que concessionária da Arena não respeita o Vitória

'A Arena está discriminando o Vitória', afirmou Mota, em entrevista à Metrópole

[Presidente do Conselho, Mota diz que concessionária da Arena não respeita o Vitória]
Foto : Ulisses Dumas/Ag BAPRESS

Por Matheus Simoni no dia 20 de Agosto de 2019 ⋅ 10:12

Presidente do conselho deliberativo do Vitória, Fábio Mota criticou a demora nas negociações entre a Arena Fonte Nova e o clube para o clube poder mandar os jogos no estádio. Na noite de ontem (19), o rubro-negro emitiu uma nota informando que as negociações permanecem e que resta a concessionária que administra a praça esportiva se manifestar. Em entrevista à Rádio Metrópole hoje (20), durante o Jornal da Bahia no Ar, Mota afirmou que a Arena não trata o Leão da Barra com respeito.

"A Arena não está tratando da forma como deveria tratar, está tratando desrespeitosamente. O Vitória é uma instituição centenária e responsável pela metade da torcida do estado e que deveria ser tratado melhor pela Arena Fonte Nova. A Arena está discriminando o Vitória", afirmou Mota.

Ainda de acordo com o presidente, a Arena Fonte Nova ainda não se manifestou sobre as indagações feitas pelo Vitória. Ainda no comunicado, o clube aguarda uma solução nas próximas horas. "Espero que revejam seus conceitos e respondam as mil e uma indagações que temos feito à Arena Fonte Nova. O Vitória tem a obrigação de jogar na Arena não é porque quer não, é porque aquilo é um patrimônio público da cidade, gerido por uma concessão, mas que foi colocado dinheiro público para ser feito aquilo ali. A Arena é da Bahia e não do Bahia. A direção da Arena Fonte Nova tem que ter essa compreensão", declarou Mota. 

Notícias relacionadas