Esportes

Portela dá recado a Paulo Carneiro sobre crise no Vitória: 'Não vou ficar dando amém para os erros dele'

Ex-presidente critica atual dirigente por erros no comando do clube: "Ou a gente senta para discutir, participar, ou eu estou fora"

[Portela dá recado a Paulo Carneiro sobre crise no Vitória: 'Não vou ficar dando amém para os erros dele']
Foto : Metropress

Por Matheus Simoni no dia 27 de Outubro de 2020 ⋅ 09:49

Ex-presidente do Vitória e da Liga do Nordeste, Alexi Portela Jr. comentou a atual situação vivida pelo clube, que amarga uma crise na temporada 2020. O rubro-negro ocupa a 14ª posição na Série B e está distante somente um ponto da zona de rebaixamento para a Série C. Desde o início da temporada, o Leão já demitiu dois treinadores, Geninho e Bruno Pivetti. Integrante do grupo de apoio ao presidente Paulo Carneiro, Alexi foi entrevistado por José Eduardo no Jornal da Bahia no Ar da Rádio Metrópole hoje (27). 

"Infelizmente, eu não me canso de falar e sou até repetitivo. A democracia foi um baque muito grande e o Vitória não estava preparado para a democracia. Na época, foram dois presidentes desastrosos que eu apoiei e um você apoiou. Não foram bem. Hoje o Vitória está pagando o preço pelas duas administrações. Não é desculpa, mas é a realidade. O Vitória não tem recurso, apesar de que Paulo, algumas coisas, eu não faria. Acho que o Vitória hoje tem uma folha muito alta para o nível de jogadores que tem. Estou muito preocupado com a continuidade. Subir é muito difícil, acho que a gente tem que lutar para se manter na Série B", disse o ex-mandatário do clube. 

"O que eu falo aqui, já falei com o presidente. Não traria vários jogadores que ele trouxe, não têm a cara da Série B. Mas é isso que a gente tem, é o que vamos tocar para que a gente possa se manter e possa fazer um trabalho melhor", acrescentou. 

Questionado sobre as decisões de Paulo Carneiro no futebol, Alexi Portela falou que somente o mandatário rubro-negro comanda o setor, sem ouvir outros nomes e lideranças políticas. "Ele não disse em sua entrevista que quem manda no futebol é ele? Isso que eu não aceito. Ele entende de futebol sim, mas não é só ele que entende. Está errando muito esse ano. Já falei com ele, mas ele não ouve. Ele tinha que ouvir um pouco mais e fazer não só da cabeça dele. Está errando muito, mas está fazendo contratações que eu não contrataria, está renovando e prorrogando contratos que eu não renovaria. Não vai render e o clube não tem dinheiro", disse. "Se ele tivesse dinheiro e pudesse arriscar, mas você só tem uma bala de prata. Você não tem dinheiro, é um clube totalmente deficitário. Não foi ele que causou esse problema do clube. Ele já achou, mas a partir do momento que a gente assume o negócio, tem que ter capacidade de resolver e ter prudência nas coisas", assinalou o dirigente. 

Ainda segundo Alexi, a paciência com os erros de Paulo Carneiro chegou num limite. Ele cobrou que o presidente o ouça, caso contrário ele abandonaria o apoio. Na próxima terça-feira (3), o Conselho Deliberativo do clube se reúne para avaliar os relatórios do clube. "Eu ir para reunião para ouvir o que vai fazer ou que deixou de fazer, esqueça. Não vou mais. Ou a gente senta para discutir, participar, ou eu estou fora. A gente tem que ter e não só ouvir o que ele vai fazer. A maioria das reuniões é o que ele iria tomar de decisões. Temos que participar e vamos ouvir o que ele tem a falar, se quer ajuda ou não. Parte do presidente saber se ele quer ajuda ou não", disparou Alexi Portela. "Quem contrata é ele. É verdade. Agora, tem que acertar. Não pode também errar o tempo todo. Não vou ficar amém para os erros dele, de jeito nenhum", finalizou.

Notícias relacionadas