Justiça

MP de Minas Gerais acusa Aécio por prejuízo de R$ 11,5 milhões em 1.337 voos em aeronaves do Estado

Ação pede o ressarcimento do valor e quer a indisponibilidade de bens do senador

[MP de Minas Gerais acusa Aécio por prejuízo de R$ 11,5 milhões em 1.337 voos em aeronaves do Estado]
Foto : Waldemir Barreto/Agência Senado

Por Leonardo Sousa no dia 24 de Novembro de 2018 ⋅ 11:30

O Ministério Público de Minas Gerais entrou na Justiça com ação civil pública contra o senador Aécio Neves (PSDB). O MP acusa o tucano de realizar 1.337 voos em aeronaves do Estado sem comprovação de interesse público no período em que foi governador.

O prejuízo causado aos cofres públicos por Aécio foi de R$ 11.521.983,26 segundo a Promotoria. O MP pede o ressarcimento do valor e quer a indisponibilidade de bens do senador.

O pedido, conforme despacho publicado na quinta-feira (22) pela juíza da 5ª Vara da Fazenda Pública Estadual e Autarquias de Belo Horizonte, Claudia Costa Cruz Teixeira Fontes, será analisado “após manifestação do político e do Estado” na ação.

Eleito deputado federal nas eleições de outubro, Aécio Neves foi governador de Minas Gerais por dois mandatos. De 2003 a 2006 e de 2007 a março de 2010.

Notícias relacionadas