Justiça

Ministro do STJ manda soltar oito funcionários da Vale

Ministro alega que motivos não são suficientes, do ponto de vista do direito, para justificar uma prisão preventiva

[Ministro do STJ manda soltar oito funcionários da Vale]
Foto : Isac Nóbrega/PR

Por Kamille Martinho no dia 27 de Fevereiro de 2019 ⋅ 19:30

O ministro Nefi Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou hoje (27) a soltura de oito funcionários da Vale que estavam presos desde o último dia 15, em razão de investigação sobre o rompimento da barragem de Brumadinho (MG).

Nefi Cordeiro autorizou que a primeira instância da Justiça defina, se considerar necessário, medidas alternativas à prisão, como imposição de comparecer à Justiça ou tornozeleira eletrônica.

Em decisão de 11 páginas, Nefi Cordeiro destacou que a ordem de prisão apontou que os funcionários teriam tomado atitudes ou sido omissos, agravando o risco do acidente. Mas que isso não é suficiente, do ponto de vista do direito, para justificar uma prisão preventiva.

O ministro afirmou que não se pode prender para depois apurar responsabilidades, e que é regra é o contrário.

Na avaliação de Nefi Cordeiro, deixar que acusados respondam em liberdade pode "aparentar inicial impunidade", mas o objetivo é "punir a todos os culpados de crime, mas apenas a estes".

Notícias relacionadas

[Advogados pedem impeachment de Gilmar Mendes ]
Justiça

Advogados pedem impeachment de Gilmar Mendes 

Por Alexandre Galvão no dia 14 de Março de 2019 ⋅ 14:07 em Justiça

O ministro ainda teria exercido influência junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para obter doação para a campanha eleitoral municipal em que o irmão era candi...