Justiça

STF retoma esta semana julgamento de ministro do TCU

Aroldo Cedraz, o filho dele, Tiago, e outras duas pessoas foram denunciadas pelo crime de tráfico de influência

[STF retoma esta semana julgamento de ministro do TCU]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Juliana Almirante no dia 11 de Agosto de 2019 ⋅ 17:00

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) agendou para terça-feira (13) a sequência do julgamento que pode levar ao afastamento do ministro Aroldo Cedraz do Tribunal de Contas da União (TCU), de acordo com a Agência Brasil.

A Procuradoria-Geral da República denunciou Cedraz, o filho dele, Tiago, e outras duas pessoas pelo crime de tráfico de influência.

O julgamento começou na semana passada, quando foram ouvidas as partes e conhecido o relatório escrito pelo ministro Edson Fachin. A expectativa é de que os ministros apresentem os votos na terça.

Segundo a denúncia, o ministro e seu filho, o advogado Tiago Cedraz, teriam praticado tráfico de influência ao receber dinheiro da empresa de engenharia UTC para beneficiar o grupo em processos relacionados à licitação da Usina Angra 3 em análise no Tribunal.

A denúncia foi estruturada após a delação premiada do executivo Ricardo Pessoa, da UTC. Aroldo Cedraz teria atuado para atrasar o julgamento, usando manobras como pedidos de vista. 

A defesa do ministro argumenta que sindicância feita pelo próprio TCU não encontrou provas de que tenha praticado tráfico de influência.

Notícias relacionadas