Mundo

Prefeita mexicana é assassinada em casa um dia após assumir cargo

A prefeita do município mexicano de Temixco, Gisela Mota, foi morta do lado de fora de sua casa neste sábado (2), um dia após assumir o cargo. Integrante do Partido da Revolução Democrática (PRD), da centro-esquerda mexicana, a política foi encontrada metralhada junto a outras duas pessoas em frente a sua residência. [Leia mais...]

[Prefeita mexicana é assassinada em casa um dia após assumir cargo]
Foto : Reprodução/EFE

Por Matheus Simoni no dia 03 de Janeiro de 2016 ⋅ 15:30

A prefeita do município mexicano de Temixco, Gisela Mota, foi morta do lado de fora de sua casa neste sábado (2), um dia após assumir o cargo. Integrante do Partido da Revolução Democrática (PRD), da centro-esquerda mexicana, a política foi encontrada metralhada junto a outras duas pessoas em frente a sua residência.

O crime aconteceu no dia seguinte ao início de uma grande operação de segurança do governo do estado de Morelos, no sul do México, com participação de forças federais. Temixco fica 12 quilômetros ao sul de Cuernavaca, a capital estadual. "Fui informado do atentado contra a prefeita de Temixco, Gisela Mota, jovem e querida companheira. É um desafio da delinquência. Não cederemos", escreveu no Twitter o governador de Morelos, Graco Ramírez.

Ainda de acordo com Ramírez, que também é do PRD, os principais suspeitos de cometerem o crime já foram detidos. "Com a legalidade e a firmeza necessária, não vamos retornar aos tempos de antes. Não haverá impunidade", disse.

Notícias relacionadas

[Emissões de CO2 aumentam em 2018]
Mundo

Emissões de CO2 aumentam em 2018

Por Marina Hortélio no dia 06 de Dezembro de 2018 ⋅ 22:00 em Mundo

O aumento afasta o mundo da metas estabelecidas pelo Acordo de Paris