Mundo

Morre cantor Frank Sinatra Jr. aos 72 anos

Morreu na quarta-feira (16) o cantor Frank Sinatra Jr., aos 72 anos, vítima de um ataque cardíaco. [Leia mais...]

[Morre cantor Frank Sinatra Jr. aos 72 anos]
Foto : Reprodução/ Mark J. Terrill/Ap Photo

Por Matheus Morais no dia 17 de Março de 2016 ⋅ 07:20

Morreu na quarta-feira (16) o cantor Frank Sinatra Jr., aos 72 anos, vítima de um ataque cardíaco. O filho de Frank Sinatra estava em uma turnê musical junto a sua irmã Nancy Sinatra na cidade de Daytona Beach, na Florida, e deveria se apresentar no Peabody Auditorium de Daytona Beach na noite de quarta, na turnê "Sinatra Sings Sinatra" (Sinatra canta Sinatra). 

Segundo o site TMZ, o representante do músico afirmou que ele se sentia melhor, mas sofreu o ataque enquanto ainda estava no hospital. Nancy Sinatra publicou uma mensagem no Facebook lamentando a morte do irmão. “A família Sinatra chora a morte prematura de seu filho, irmão, pai e tio Frank Sinatra de parada cardíaca, durante uma turnê em Daytona, Flórida. Bons sonhos, Frankie", disse.

Sinatra Jr. foi sequestrado quando tinha 19 anos, por outros dois jovens, que exigiram um resgate. O sequestro ocorreu em dezembro de 1963, e Sinatra Jr. ficou retido durante vários dias, até o pagamento de um resgate de 240 mil dólares, ainda segundo a France Presse.

Ele seguiu os passos de seu famoso pai no ramo da música, começando a carreira quando era adolescente. A partir de 1988, foi diretor musical dos últimos anos da carreira de Frank Sinatra, que faleceu em 1998.

O cantor Tony Bennett, um velho amigo de Frank Sinatra (pai), manifestou suas condolências. "Estou profundamente triste por saber da morte de Frank Sinatra filho e envio meu apoio a Tina, Nancy e à família Sinatra", escreveu Bennett no Twitter.

Notícias relacionadas

[Sobe para 446 o nº de mortos após ciclone em Moçambique]
Mundo

Sobe para 446 o nº de mortos após ciclone em Moçambique

Por Aline Reis no dia 24 de Março de 2019 ⋅ 08:00 em Mundo

Ministro do meio ambiente do país afirma que 531 mil pessoas foram afetadas, sendo 110 mil no campo. Outras 259 pessoas morreram no Zimbábue e 56 pessoas, no Malaui.