Mundo

Líder da Revolução Cubana, Fidel Castro completa 90 anos

Após o triunfo da revolução, umas das primeiras proibições de Fidel era culto à sua imagem e que não haveria estátuas, nem ruas com o nome dele. Não há um evento oficial previsto para comemorar a data, no entanto, desde o início do ano, o governo cubano tem organizado homenagens que vão de exposições fotográficas a documentários. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução / Novo Extra

Por Camila Tíssia no dia 13 de Agosto de 2016 ⋅ 14:33

O homem que liderou a Revolução Cubana, Fidel Castro, completa 90 anos de idade neste sábado (13). Com a frase: "Não me despeço de vocês. Desejo apenas combater como um soldado das idéias" - ele renunciou, em 19 de fevereiro de 2008, à presidência de Cuba. Fidel esteve à frente do poder desde 1959.

Após o triunfo da revolução, umas das primeiras proibições de Fidel era culto à sua imagem e que não haveria estátuas, nem ruas com o nome dele. De acordo com publicações do G1, não há um evento oficial previsto para comemorar a data, no entanto, desde o início do ano, o governo cubano tem organizado homenagens que vão de exposições fotográficas a documentários. 

Mesmo assim, hoje, o regime está celebrando o aniversário - pois, já fora do poder, é, paradoxalmente, a imagem da Cuba rebelde que atrai o turismo. Apenas outro ícone revolucionário compete com a imagem do comandante, o Che Guevara, executado há 48 anos na Bolívia - que se torunou um mito do século 20. 

De uma família de fazendeiros, Castro é filho de um imigrante espanhol e de uma cozinheira. Foi educado em colégios jesuítas, na cidade de Havana. Em 1945 ele ingressou na Universidade da capital cubana para estudar direito. Em 1955, Fidel chegou a ser anistiado e partiu para o exílio no México. Retornou a Cuba em 1956, clandestinamente, chefiando uma fileira de 82 homens decididos a empreender uma guerrilha revolucionária.

 

Notícias relacionadas

[Menina de 7 anos morre sob custódia de agentes dos EUA]
Mundo

Menina de 7 anos morre sob custódia de agentes dos EUA

Por Matheus Simoni no dia 14 de Dezembro de 2018 ⋅ 12:20 em Mundo

Segundo informações do Washington Post, a menina e seu pai haviam sido detidos pelas autoridades imigratórias em 6 de dezembro no Estado do Novo México