Mundo

Itália: mortos em terremoto começaram a ser sepultados neste sábado

A missa foi concelebrada por dom Domenico Pompili, bispo de Rieti, a cidade mais devastada pelo terremoto. O cardeal Parolin, em visita a Pordenone, Norte da Itália, afirmou que o papa Francisco continua a rezar incessantemente pelas vítimas do tremor. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Massimo Percossi/EPA

Por Camila Tíssia no dia 27 de Agosto de 2016 ⋅ 18:56

Este sábado (27) foi marcado por luto na Itália. Os mortos no terremoto que atingiu a região central do país, na última quarta-feira (24), começaram a ser sepultados. De acordo com a Agência Brasil, o número de vítimas já chegou a 291, a maior parte em Amatrice, cidade mais isolada pelos danos. São 2.100 os desabrigados. Nesta tarde, três corpos foram retirados dos escombros do Hotel Roma.

Os funerais aconteceram em Ascoli. Estiveram presentes o presidente da República, Sergio Mattarella, também o primeiro-ministro Matteo Renzi, além de autoridades civis e religiosas e uma multidão de amigos e parentes das vítimas. Lá, foram sepultados os corpos de 35 das vítimas do terremoto na região. Durante a missa, o número de mortos passou para 50.

A missa foi concelebrada por dom Domenico Pompili, bispo de Rieti, a cidade mais devastada pelo terremoto. O cardeal Parolin, em visita a Pordenone, Norte da Itália, afirmou que o papa Francisco continua a rezar incessantemente pelas vítimas do tremor.

Tremores
A terra ainda não para de tremer na região central da Itáliao país. Foram 1.332 os abalos secundários e réplicas que se seguiram ao grande tremor da madrugada de quarta-feira, 92 somente nas últimas horas, entre os quais um de magnitude 4.0 na escala Richter, às 4h50.

Notícias relacionadas