Mundo

Barack Obama sugere manipulação na escolha do Rio para sede das Olimpíadas

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, questionou as decisões do Comitê Olímpico Internacional (COI) e da Fifa nas escolhas das sedes da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos. Obama chegou a cogitar a suspeita de manipulação no processo que escolheu o Rio de Janeiro como anfitrião das Olimpíadas de 2016. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Kobi Gideon / GPO

Por Laura Lorenzo no dia 04 de Outubro de 2016 ⋅ 14:50

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, questionou as decisões do Comitê Olímpico Internacional (COI) e da Fifa nas escolhas das sedes da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos. Obama chegou a cogitar a suspeita de manipulação no processo que escolheu o Rio de Janeiro como anfitrião das Olimpíadas de 2016. Durante a decisão, a cidade brasileira desbancou a americana Chicago. 

“Uma delegação muito bem preparada havia viajado a Copenhague para fazer uma apresentação e (a primeira-dama) Michelle estava com eles.  Recebi uma ligação (…) dizendo que todos pensavam que se eu fosse ao local teríamos boas chances de ganhar e que poderia valer a pena ir e voltar no dia”, explicou Obama em entrevista à revista New York Magazine. 

“Então fui ao local, mas mais tarde entendemos que as decisões do COI são similares às da Fifa: um pouco manipuladas”, acrescentou, Obama, parecendo convencido de que “segundo todos os critérios objetivos, a candidatura americana era a melhor”. Chicago foi a primeira eliminada entre as cidades que disputavam a realização dos Jogos, e os Estados Unidos não sediam uma Olimpíada desde 1996. 

A declaração de Obama ganham algum reforço devido ao caso do ex-presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF) Lamine Diack, investigado por receber propina em um esquema de votos para decidir as cidades-sedes de 2016 e 2020. Segundo as investigações, há indícios de que Diack recebeu 1,3 milhão de euros da organização japonesa para infleunciar votos para Tóquio, que recebe os jogos em 2020.

Notícias relacionadas

[Maduro pede encontro 'cara a cara' com Trump]
Mundo

Maduro pede encontro 'cara a cara' com Trump

Por Marina Hortélio no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 21:30 em Mundo

Maduro assumiu um segundo mandato de seis anos no dia 10 de janeiro, que não é reconhecido pela oposição e por vários países

[Dois aviões russos colidem durante voo ]
Mundo

Dois aviões russos colidem durante voo

Por Kamille Martinho no dia 18 de Janeiro de 2019 ⋅ 12:40 em Mundo

Os aviões eram bombardeiros russos, que desenvolvem uma velocidade máxima de 1,6 mil quilômetros por hora