Mundo

Terremoto mais forte desde 1980 atinge região central da Itália

Um terremoto de magnitude 6,6 atingiu na manhã deste domingo (30) a região central da Itália, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), derrubando mais construções históricas em pequenas cidades e vilarejos, que já vem sendo atingidos por outros abalos sísmicos nos últimos dias. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução G1

Por Laura Lorenzo no dia 30 de Outubro de 2016 ⋅ 13:11

Um terremoto de magnitude 6,6 atingiu na manhã deste domingo (30) a região central da Itália, de acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), derrubando mais construções históricas em pequenas cidades e vilarejos, que já vem sendo atingidos por outros abalos sísmicos nos últimos dias.

O tremor derrubou várias construções em diversos lugares no centro do país, que já havia sofrido um tremor na última  quarta-feira (26). A Proteção Civil italiana afirmou que o terremoto foi sentido do norte ao sul do país, 

Ainda não há informações sobre mortos, mas dezenas de pessoas acabaram feridas, sem gravidade, disse o chefe da Defesa Civil italiana, Fabrizio Curcio. Várias pessoas foram tiradas vivas dos escombros, e, segundo a agência France Presse, apenas uma pessoa está em condição mais grave de saúde. 

O terremoto causou diversos deslizamentos de terra e o tráfego em muitas estradas na região está bloqueado. Em Roma, linhas do metrô foram fechadas por causa de problemas técnicos causados pelo abalo sísmico. O dano nas construções é "substancial", de acordo com a agência de notícias Reuters.

Segundo o jornal Corriere della Sera, o terremoto deste domingo foi o mais forte a atingir a península desde 1980. Em 2009, o tremor de Áquilla matou mais de 300 pessoas e teve uma magnitude de 6,3, abaixo do sismo da manhã deste domingo.

Notícias relacionadas