Mundo

Academia se desculpa com produtora após gafe do Oscar; veja

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas pediu desculpas, três dias após a cerimônia, à produtora Jan Chapman, que, apesar de estar viva, teve a foto exibida na seção "In Memoriam", que homenageou profissionais do cinema mortos em 2016. [Leia mais...]

[Academia se desculpa com produtora após gafe do Oscar; veja]
Foto : Reprodução/Facebook/The Academy

Por Yasmin Garrido no dia 02 de Março de 2017 ⋅ 19:42

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas pediu desculpas, três dias após a cerimônia, à produtora Jan Chapman, que, apesar de estar viva, teve a foto exibida na seção "In Memoriam", que homenageou profissionais do cinema mortos em 2016. Esta foi uma das gafes da cerimônia que aconteceu no último domingo (26).

"Pedimos sinceras desculpas à produtora Jan Chapman, cuja foto foi erroneamente usada no 'In Memoriam', em um tributo à sua colega e querida amiga Janet Patterson", afirma a Academia em publicação da última quarta-feira (1º) nas redes sociais. Uma versão corrigida do vídeo da homenagem também foi divulgada.

Durante a premiação, Chapman, uma produtora australiana, disse à imprensa que ficou "devastada" ao ver uma foto sua no tributo. A imagem foi usada para ilustrar a homenagem a Patterson, figurinista também australiana, que morreu em outubro de 2016.

Esta foi a foto exibida na premiação:

Esta é a foto correta de Janet Patterson:

Notícias relacionadas

[Relatório aponta contatos de Trump com a Rússia]
Mundo

Relatório aponta contatos de Trump com a Rússia

Por Matheus Simoni no dia 18 de Abril de 2019 ⋅ 14:00 em Mundo

No entanto, o relatório, de 448 páginas, concluiu que o presidente americano não teve envolvimento direto no conluio feito com o governo da Rússia para interferir nas ele...

[Ex-presidente do Peru morre após atirar em si mesmo]
Mundo

Ex-presidente do Peru morre após atirar em si mesmo

Por Juliana Almirante no dia 17 de Abril de 2019 ⋅ 12:20 em Mundo

Ele deu um tiro na própria cabeça, após ordem de prisão por envolvimento em caso de corrupção ligado à empreiteira brasileira Odebrecht