Mundo

Combates entre grupos islâmicos matam 95 pessoas nos arredores de Damasco

Pelo menos 95 pessoas morreram nas últimas 48 horas em combates entre as principais facções islâmicas dos arredores de Damasco, na Síria. De acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos, os ataques se iniciaram na madrugada da última sexta-feira (28). Desses confrontos participam o grupo Exército do Islã, por um lado, e o Organismo de Liberdade do Levante – a aliança do ex-braço sírio da Al Qaeda – e a Legião da Misericórdia, por outro. [Leia mais...]

[Combates entre grupos islâmicos matam 95 pessoas nos arredores de Damasco]
Foto : Reprodução/EFE

Por Matheus Simoni no dia 30 de Abril de 2017 ⋅ 15:50

Pelo menos 95 pessoas morreram nas últimas 48 horas em combates entre as principais facções islâmicas dos arredores de Damasco, na Síria. De acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos, os ataques se iniciaram na madrugada da última sexta-feira (28). Desses confrontos participam o grupo Exército do Islã, por um lado, e o Organismo de Liberdade do Levante – a aliança do ex-braço sírio da Al Qaeda – e a Legião da Misericórdia, por outro. Os mortos são oito civis, 32 combatentes do Exército do Islã e 55 milicianos das demais organizações armadas.

Os ataques acontecem em diferentes partes de Guta Oriental, a mais importante fortificação opositora dos arredores de Damasco, como Haza, Zamalka, Arbin, Yisrin e o arredor de Saqba. Os combates começaram depois que o Exército do Islã atacou as bases de seus adversários nas áreas de Arbin, Kafr Batna, Al Ashari e Haza.

Notícias relacionadas