Mundo

Nevada pretende declarar \'estado de emergência\' por venda excessiva de maconha

Devido à grande procura por maconha, o governo do Estado de Nevada, nos Estados Unidos, pretende declarar 'estado de emergência'. [Leia mais...]

[Nevada pretende declarar \'estado de emergência\' por venda excessiva de maconha ]
Foto : Valter Campanato/Agência Brasil

Por Matheus Morais no dia 12 de Julho de 2017 ⋅ 11:31

Devido à grande procura por maconha, o governo do Estado de Nevada, nos Estados Unidos, pretende declarar 'estado de emergência'. A procura está acabando com os estoques nas lojas locais, segundo a Fox. Nevada começou a fazer a venda regularizada para recreação, na última semana, e o resultado gerou R$ 10 milhões em receita apenas nos três primeiros dias.

Em um comunicado, a Comissão de Impostos de Nevada afirmou que considera regulações emergenciais a partir desta quinta-feira para prover uma estrutura para a distribuição de maconha para os revendedores. Isso permite que os os comerciantes locais de bebidas alcoólicas também entrem no mercado de venda de maconha.

'Baseado nos relatos de que a venda de maconha para uso dos adultos já excedeu as expectativas da indústria nas 47 lojas licenciadas para comercializar maconha no Estado, e na realidade de que muitos destes locais estão sem produto no estoque, o departamento deve resolver as falhas de distribuição imediatamente', informou o comunicado. 'Alguns estabelecimentos relataram a necessidade de entrega nos próximos dias'.

A indústria de bebida alcoólica tem travado uma disputa com o Estado de Nevada, tudo por causa do problema de distribuição. Ela processou o estado para entrar no mercado. Nevada atualmente apelou para a Suprema Corte do Estado. A autoridade fiscal do Estado alegou que a maioria dos varejistas deste mercado que se ofereceu para vender maconha ainda não se adequou aos requisitos necessários para receber a licença.

'Os empresários desta indústria investiram centenas de milhões de dólares para construir instalações em todo o Estado. Eles contrataram e treinaram milhares de funcionários adicionais para atender às demandas do mercado. A menos que o problema com o licenciamento dos distribuidores seja resolvido rapidamente, a incapacidade para entregar o produto às lojas de varejo irá resultar em muitas perdas de empregos, e levará este mercado ainda incipiente a uma parada brusca. Uma parada neste mercado levará a um buraco no orçamento escolar do estado', disse o departamento por meio de um comunicado.

Comentarios

Notícias relacionadas

[ONU pede investigação internacional sobre a Venezuela]
Mundo

ONU pede investigação internacional sobre a Venezuela

Por Metro1 no dia 22 de Junho de 2018 ⋅ 11:00 em Mundo

"A situação dos direitos humanos dos venezuelanos é lamentável", afirmou comissário em comunicado, no qual denuncia a política do governo de Nicolás Maduro de repressão d...