Mundo

EUA rebatem Coreia do Norte e nega ter declarado guerra

A Casa Branca rebateu as declarações do ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, que afirmou nesta segunda-feira (25) que o governo dos EUA teria declarado guerra contra o país asiático. Em resposta, o Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA, disse que o país deve parar com as provocações, enquanto a Casa Branca chamou de \"absurda\" a afirmação. [Leia mais...]

[EUA rebatem Coreia do Norte e nega ter declarado guerra]
Foto : Reprodução/KCNA

Por Matheus Simoni no dia 25 de Setembro de 2017 ⋅ 16:51

A Casa Branca rebateu as declarações do ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, que afirmou nesta segunda-feira (25) que o governo dos EUA teria declarado guerra contra o país asiático. Em resposta, o Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA, disse que o país deve parar com as provocações, enquanto a Casa Branca chamou de \"absurda\" a afirmação. As declarações do ministro foram feitas após comentários ameaçadores do presidente americano, Donald Trump. Ri destacou que as falas sobre seu país e suas lideranças equivalem a uma \"declaração de guerra\".

O comentário de Ri Yong-ho foi uma resposta ao tuíte de Trump dizendo que nem ele nem o líder Kim Jong-un \"estariam aqui por muito mais tempo\" se continuassem com as ameaças aos EUA.

Notícias relacionadas

[Relatório aponta contatos de Trump com a Rússia]
Mundo

Relatório aponta contatos de Trump com a Rússia

Por Matheus Simoni no dia 18 de Abril de 2019 ⋅ 14:00 em Mundo

No entanto, o relatório, de 448 páginas, concluiu que o presidente americano não teve envolvimento direto no conluio feito com o governo da Rússia para interferir nas ele...

[Ex-presidente do Peru morre após atirar em si mesmo]
Mundo

Ex-presidente do Peru morre após atirar em si mesmo

Por Juliana Almirante no dia 17 de Abril de 2019 ⋅ 12:20 em Mundo

Ele deu um tiro na própria cabeça, após ordem de prisão por envolvimento em caso de corrupção ligado à empreiteira brasileira Odebrecht