Mundo

Manifestantes vão às ruas da Somália em protesto a ataque que deixou 302 mortos no país

Milhares de pessoas foram as ruas da capital da Somália, Mogadíscio, na África, nesta quarta-feira (18) em protesto ao ataque que aconteceu no último sábado (14). Dois caminhões repletos de explosivos foram detonados perto de um hotel da cidade e deixou 302 mortos e 400 feridos. [Leia mais...]

[Manifestantes vão às ruas da Somália em protesto a ataque que deixou 302 mortos no país]
Foto : Divulgação

Por Paloma Morais no dia 18 de Outubro de 2017 ⋅ 14:40

Milhares de pessoas foram as ruas da capital da Somália, Mogadíscio, na África, nesta quarta-feira (18) em protesto ao ataque que aconteceu no último sábado (14). Dois caminhões repletos de explosivos foram detonados perto de um hotel da cidade e deixou 302 mortos e 400 feridos. De acordo com a polícia local, 70 pessoas ainda estão desaparecidas.

Durante a manifestação, as forças de segurança abriram fogo para dispersar os manifestantes que iam em direção ao local do ataque, de acordo com o capitão da polícia, Mohammed Hussein. Duas pessoas foram detidas e outras três ficaram feridas, incluindo uma mulher grávida. 

Esse foi o ataque mais mortal na Somália desde 2007, quando o grupo islâmico al-Shabab iniciou sua insurgência. Ainda não está confirmada a autoria do ataque, porém, autoridades locam acreditam que os islamistas somalis do al-Shabab que lutam contra o governo de Mogadíscio, estão por trás do bombardeio. 

Notícias relacionadas