Mundo

Advogado de Trump foi pago para viabilizar reunião entre os presidentes americano e ucraniano

O pagamento foi feito por intermediários que agiam em nome do líder ucraniano Petro Poroshenko

[Advogado de Trump foi pago para viabilizar reunião entre os presidentes americano e ucraniano]
Foto : Reprodução/Arquivo/Getty Images

Por Metro1 no dia 23 de Maio de 2018 ⋅ 18:40

Uma cúpula entre os presidentes da Ucrânia e dos Estados Unidos foi viabilizada com uma ajuda do advogado pessoal do presidente norte-americano Donald Trump, Michael Cohen. De acordo com a Folha, fontes em Kiev informam que o jurista recebeu, pelo menos, US$ 400 mil (R$ 1,45 milhão) para intervir em prol do encontro.

O pagamento foi feito por intermediários que agiam em nome do líder ucraniano, Petro Poroshenko. A reunião ocorreu na Casa Branca em junho do ano passado. Segundo um oficial de inteligência do alto escalão do governo de Poroshenko, Cohen foi envolvido na questão porque lobistas ucranianos e a embaixada do país em Washington não conseguiriam marcar um diálogo entre Kiev e Washington, como desejava Poroshenko. Não há indícios de que Trump tenha conhecimento do pagamento.

Notícias relacionadas