Mundo

Coreia do Norte diz que sanções inviabilizam desarmamento nuclear

À Assembleia Geral da ONU, chanceler Ri Yong afirmou que imposições fazem desconfiança em relação aos EUA aumentar

[Coreia do Norte diz que sanções inviabilizam desarmamento nuclear]
Foto : Mary Altaffer/Associated Press

Por Leonardo Sousa no dia 29 de Setembro de 2018 ⋅ 15:00

O chanceler norte-coreano, Ri Yong, afirmou na Assembleia Geral da ONU que a continuação das sanções econômicas ao país elevam a desconfiança em relação aos EUA.

"A percepção de que sanções podem nos colocar de joelhos é um sonho de pessoas que são ignorantes sobre nós. Mas o problema é que a continuidade das sanções estão aumentando nossa desconfiança", disse Ri.

No discurso, o chanceler afirmou que tal cenário dificulta o desarmamento nuclear. "Sem nenhuma confiança nos EUA, não haverá confiança em nossa segurança nacional e sob essas circunstâncias não há como nos desarmarmos unilateralmente primeiro", sinalizou.

A Coreia do Norte sofre sanções econômicas desde 2006. A medida, imposta pelo Conselho de Segurança da ONU, tem como objetivo frear o programa nuclear do país.

 

Notícias relacionadas