Mundo

Casa Branca suspenderá credencial de jornalista da CNN quando liminar expirar

Jim Acosta teve a permissão para trabalhar na Casa Branca suspensa no começo do mês após uma confusão com Trump

[Casa Branca suspenderá credencial de jornalista da CNN quando liminar expirar]
Foto : John Moore/Getty Images

Por Marina Hortélio no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 12:20

O correspondente da CNN na Casa Branca, Jim Acosta, vai ter a credencial para cobrir o Executivo americano suspensa novamente ao fim da liminar que obriga que o governo Trump permita que Acosta trabalhe na residencia oficial do presidente americano. A ordem concedida por um juiz federal do Distrito de Colúmbia na última sexta-feira (16) expira em 14 dias. 

Após uma confusão com o presidente Donald Trump, Acosta teve a permissão para trabalhar na Casa Branca suspensa no começo do mês. A CNN entrou na justiça contra o ato do governo e o juiz Timothy Kelly determinou que o correspondente retornasse ao trabalho até que ele considere o mérito da questão. 

Na decisão, o magistrado considerou que a Casa Branca não respeitou o devido processo ao suspender a credencial. "O processo de decisão da Casa Branca foi tão envolto em mistério que o governo não soube me explicar o porquê da decisão", apontou o juiz.

A CNN processou Trump e outros cinco membros de gabinete presidencial por infringir a 1ª Emenda da Constituição americana, que trata da liberdade de imprensa, e a 5ª, que garante que ninguém é culpado até o trânsito em julgado.

Notícias relacionadas

[EUA afirmam manter apoio ao Brasil na OCDE]
Mundo

EUA afirmam manter apoio ao Brasil na OCDE

Por Juliana Almirante no dia 11 de Outubro de 2019 ⋅ 09:20 em Mundo

Manifestação ocorre depois de a agência Bloomberg revelar documento que apontava o contrário