Mundo

Nissan vai pedir demissão de presidente brasileiro da empresa que foi detido

A proposição deve ser discutida durante reunião do colegiado na quinta

[Nissan vai pedir demissão de presidente brasileiro da empresa que foi detido]
Foto : Julien Muguet/Reuters

Por Lara Ferreira no dia 19 de Novembro de 2018 ⋅ 21:00

O presidente-executivo da Nissan, Hiroto Saikawa, declarou que vai propor a demissão do presidente do conselho de administração da empresa, Carlos Ghosn, em reunião do colegiado que acontece na quinta-feira (22). 

Saikawa confirmou hoje (19), durante entrevista coletiva, a prisão do brasileiro Ghosn por suspeita de fraude fiscal, envolvendo malversação e sonegação fiscal, em investigação realizada pela própria empresa. 

A imprensa japonesa anunciou, quando foi divulgada a notícia da prisão de Ghosn, que o CEO da Renault, que também dirige os conselhos de administração da Nissan e da Mitsubishi Motors, estava sendo ouvido pelo Ministério Público de Tóquio e acabou sendo detido.

Notícias relacionadas