Mundo

Brasil e Chile assinam acordo de livre-comércio

Um dos itens põe fim à cobrança de roaming internacional para dados e telefonia móvel entre os dois países

[Brasil e Chile assinam acordo de livre-comércio]
Foto : Ivan Alvarado / Reuters

Por Daniel Brito no dia 21 de Novembro de 2018 ⋅ 19:00

Os presidentes do Brasil, Michel Temer, e do Chile, Sebastián Piñera, assinaram hoje (21) um acordo de livre-comércio entre os dois países. Um dos itens, por exemplo, põe fim à cobrança de roaming internacional para dados e telefonia móvel entre os dois países. 

No total, o acordo reúne 17 itens. Há ainda compromissos em comércio eletrônico, práticas regulatórias, medidas de combate à corrupção, meio ambiente e questões trabalhistas.

Para o presidente chileno, o acordo é “moderno e de última geração”. “Portanto vemos a eliminação do roaming, o que fará com que os cerca de 500 mil brasileiros que vem ao Chile, e os cerca 300 mil chilenos que visitam o Brasil possam se comunicar melhor”, disse Piñera.

Já referente ao Brasil, Temer anunciou que os chilenos que se aposentaram no país e retornaram a seu país serão beneficiados com a desoneração de uma taxa de 25% cobrada para o envio do benefício ao Chile.

“Quero anunciar que determinei ao secretário da Receita Federal do Brasil que, como consequência deste acordo comercial que fizemos, haja também a desoneração da cobrança desses 25% dos aposentados chilenos que trabalharam no Brasil e vieram para o Chile”, disse.

Notícias relacionadas