Mundo

França vive nova semana de protestos contra reformas; mais de foram 200 presos

Em Paris, de acordo com agências de notícias internacionais, o clima era de guerra civil

[França vive nova semana de protestos contra reformas; mais de foram 200 presos]
Foto : Etienne Laurent/EPA/Lusa

Por Matheus Simoni no dia 02 de Dezembro de 2018 ⋅ 15:30

A França chegou à segunda semana seguida de protestos contra reformas financeiras e tributárias promovidas pelo governo. Mobilizada pelo grupo batizado de "coletes amarelos", os manifestantes provocaram confusão, que deixou 64 feridos e 205 detidos em todo o país. Em Paris, de acordo com agências de notícias internacionais, o clima era de guerra civil.

Segundo o primeiro-ministro da França, Édouard Philippe, houve um ataque ao Arco do Triunfo, popular monumento histórico do país, durante a manifestação realizada ontem (1º) "Quero dizer que me surpreendeu muito este questionamento aos símbolos da França: o fato de o Arco do Triunfo ter sido pichado, que em volta do túmulo do soldado desconhecido pudesse ocorrer uma manifestação. Não estou feliz com estas imagens, elas me surpreendem", declarou Philippe.

O primeiro-ministro deu os números de participação nas mobilizações dos "coletes amarelos" contra o aumento dos impostos sobre os combustíveis e a perda de poder aquisitivo, que chegam a 5.500 em Paris e 36 mil em toda a França.

Na região da Champs-Élysées, popular avenida de Paris, um verdadeiro palco de guerra foi visto, coberto por uma mistura de gás lacrimogêneo e fumaça dos vários carros, lixeiras e outros objetos incendiados.

Notícias relacionadas

[Emissões de CO2 aumentam em 2018]
Mundo

Emissões de CO2 aumentam em 2018

Por Marina Hortélio no dia 06 de Dezembro de 2018 ⋅ 22:00 em Mundo

O aumento afasta o mundo da metas estabelecidas pelo Acordo de Paris