Mundo

WhatsApp alerta para abusos na campanha eleitoral da Índia

Executivos do aplicativo de mensagens se preocupam com o uso de disparos em massa e fake news, de forma semelhante ao ocorrido na eleição brasileira

[WhatsApp alerta para abusos na campanha eleitoral da Índia]
Foto : Pixabay

Por Juliana Rodrigues no dia 11 de Fevereiro de 2019 ⋅ 09:00

Partidos políticos da Índia estão violando as regras de uso do WhatsApp na campanha para a eleição do país, que se realiza entre abril e maio, segundo informou um executivo do aplicativo de mensagens à agência Reuters.

O WhatsApp não quis especificar as violações nem identificar os partidos envolvidos, mas informou que há uma preocupação crescente de que integrantes das campanhas estejam usando sistemas automatizados para fazer disparos em massa de mensagens ou para espalhar fake news.

O aplicativo é um dos principais recursos usados pela campanha do BJP, partido do atual primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, e da principal legenda adversária, o Congresso, que se acusam mutuamente de espalhar notícias falsas para influenciar eleitores.

"Vimos muitos partidos tentando usar o WhatsApp para fins que não são os previstos pela empresa, e nossa mensagem firme para eles é: se usarem nosso serviço desse jeito, serão banidos da plataforma", disse Carl Woog, diretor de comunicações do WhatsApp, à imprensa.

O caso é semelhante ao ocorrido na eleição brasileira de 2018, quando reportagens do jornal Folha de S. Paulo revelaram que empresários impulsionaram disparos durante a campanha do ano passado.

Notícias relacionadas