Mundo

Prefeitura de Paris entra na Justiça contra Airbnb

Multas por "desrespeito às leis que regem o setor" podem chegar a 12,5 milhões de euros

[Prefeitura de Paris entra na Justiça contra Airbnb]
Foto : Reprodução

Por Kamille Martinho no dia 11 de Fevereiro de 2019 ⋅ 12:00

A prefeitura de Paris anunciou que entrou na Justiça contra o site Airbnb pela existência de mil anúncios ilegais, passíveis de multas que atingem, no total, € 12,5 milhões.

Em entrevista ao "Journal du Dimanche", a prefeita Anne Hildalgo explicou que ação visa o "desrespeito às leis que regem o setor". “Nosso objetivo é acabar com essas locações “selvagens” que modificam a paisagem de certos bairros parisienses”, disse a prefeita, criticando os “fraudadores que transformam a economia colaborativa em economia predatória”.

Uma audiência está prevista para o próximo dia 21 de maio no tribunal de grande instância de Paris.

Em entrevista à rádio France Info, o secretário da Habitação de Paris, Ian Brossat, disse que os anúncios ilegais correspondem a locais que não possuem número de registro na prefeitura, o que impede a fiscalização. “Em alguns bairros, há pessoas que alugam suas casas ou apartamentos o ano todo”, exemplificou. Por lei, proprietários na capital podem alugar imóveis apenas 120 noites por ano.

“Airbnb lucra com essas locações ilegais e isso pressupõe que também a empresa seja parcialmente responsabilizada”, disse. A prefeitura exigirá que o site tire do ar os anúncios ilegais.

Um porta-voz do site afirmou que a empresa já adotou medidas para que os proprietários parisienses aluguem seus apartamentos “respeitando as regras existentes.”
 

Notícias relacionadas