Mundo

Maduro nega ter perdido apoio de militares e acusa oposição de golpe

Segundo o ditador venezuelano, os militares manifestaram total lealdade ao governo, ressaltando que os venezuelanos se mobilizem para "assegurar a vitória da Paz"

[Maduro nega ter perdido apoio de militares e acusa oposição de golpe]
Foto : Reprodução/Twitter

Por Matheus Simoni no dia 30 de Abril de 2019 ⋅ 12:08

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou hoje (30) que conversou com os comandos militares, que asseguraram lealdade "ao povo, à Constituição e à pátria". A declaração foi dada por meio da conta de Maduro no Twitter em meio à onda de confrontos entre militares no país. O presidente do Parlamento da Venezuela, Juan Guaidó, autoproclamado presidente interino do país, chegou a anunciar que tinha apoio das Forças Armadas da Venezuela para "pôr fim à usurpação" do governo de Maduro. 

No post feito no Twitter, Maduro disse ter entrado em contato com os comandos das Regiões Estratégicas de Defesa Integral (Redi) e das Zona Operativa de Defesa Integral (Zodi). Segundo o ditador venezuelano, os militares manifestaram total lealdade ao governo, ressaltando que os venezuelanos se mobilizem para "assegurar a vitória da Paz". "Venceremos!", postou Maduro, apontando uma tentativa de golpe contra o regime no país.
 

Notícias relacionadas