Mundo

China confirma 396 mortes e não vê chances de sobreviventes de naugfrágio

Autoridades chinesas reconheceram neste sábado (6) que não existem mais esperança de encontrar sobreviventes do naufrágio de um cruzeiro na segunda-feira passada, que deixou 396 mortos, segundo o balanço mais recente. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reuters

Por Juliana Almirante no dia 06 de Junho de 2015 ⋅ 16:09

Autoridades chinesas reconheceram neste sábado (6) que não existem mais esperança de encontrar sobreviventes do naufrágio de um cruzeiro na segunda-feira passada, que deixou 396 mortos, segundo o balanço mais recente.

O naufrágio do navio Estrela do Oriente no rio Yangts pode se tornar o mais grave na China em 70 anos. Apenas 14 sobreviventes foram resgatados entre as 456 pessoas que estavam a bordo do cruzeiro. Muitos passageiros eram aposentados.

O número de mortes confirmadas até o momento pode aumentar nas próximas horas, à medida que as equipes de emergência recuperam os corpos. A embarcação chegou a ser virada para auxiliar na busca, mas ainda continua submersa.

Notícias relacionadas

[China promete retaliar novas tarifas dos EUA]
Mundo

China promete retaliar novas tarifas dos EUA

Por Matheus Simoni no dia 18 de Setembro de 2018 ⋅ 12:00 em Mundo

A medida levanta o risco de que o presidente Donald Trump possa em breve adotar taxas sobre praticamente todos produtos chineses que o país compra