Mundo

Equador declara estado de exceção após protestos contra fim de subsídios

Protestos foram convocados por transportadoras contra o fim dos subsídios aos combustíveis

[Equador declara estado de exceção após protestos contra fim de subsídios]
Foto : Reprodução/Flickr

Por Catarina Lopes no dia 03 de Outubro de 2019 ⋅ 17:20

O presidente do Equador, Lenin Moreno, declarou hoje (3) estado de exceção no país por causa de protestos convocados por transportadoras contra o fim dos subsídios aos combustíveis, uma medida tomada pelo governo para tentar reduzir o déficit fiscal do país.

"Para garantir a segurança dos cidadãos e evitar o caos, declarei o estado de exceção em nível nacional", declarou Moreno a repórteres. Ele disse que "não há possibilidade de mudança", sendo firme com todas as novas medidas tomadas na tentativa de reduzir o déficit, inclusive na questão de eliminar o subsídio para diesel e gasolina.

Notícias relacionadas

[EUA afirmam manter apoio ao Brasil na OCDE]
Mundo

EUA afirmam manter apoio ao Brasil na OCDE

Por Juliana Almirante no dia 11 de Outubro de 2019 ⋅ 09:20 em Mundo

Manifestação ocorre depois de a agência Bloomberg revelar documento que apontava o contrário