Usamos cookies para personalizar e melhorar sua experiência em nosso site e aprimorar a oferta de anúncios para você. Visite nossa Política de Cookies para saber mais. Ao clicar em "aceitar" você concorda com o uso que fazemos dos cookies

Mundo

Protestos após vitória de Evo na Bolívia deixam ao menos 57 presos e 29 feridos

O presidente reeleito é suspeito de fraudar a votação

[Protestos após vitória de Evo na Bolívia deixam ao menos 57 presos e 29 feridos]
Foto : Antônio Cruz/Agência Brasil

Por Lara Curcino no dia 25 de Outubro de 2019 ⋅ 19:30

Após a vitória em primeiro turno do presidente Evo Morales na Bolívia, milhares de pessoas tomaram as ruas de La Paz e outras cidades do país para protestar contra o resultado da eleição, que ocorreu em meio a suspeitas de irregularidades do chefe de Estado. 

O candidato que fazia oposição a Evo, Carlos Mesa, o acusou de fraudar a votação e fez um apelo para que a população continue as manifestações. Nos atos, ao menos 29 pessoas ficaram feridas e 57 foram presas.

Após a votação, que ocorreu no último domingo (20), a transmissão de dados foi interrompida por 24 horas. Quando retornou, a vantagem de Evo sobre Mesa havia aumentado. O ocorrido motivou as suspeitas de irregularidades na votação.

Notícias relacionadas