Mundo

Marin quer pagar fiança milionária para ter liberdade condicional

José Maria Marin e os outros cartolas presos na Suíçapretendem pagar uma fiança milionária na expectativa de convencer a Justiça a deixá-los esperar por uma eventual extradição para os Estados Unidos em liberdade condicional. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : AFP PHOTO/Yasuyoshi Chiba

Por Bárbara Gomes no dia 09 de Junho de 2015 ⋅ 13:30

José Maria Marin e os outros cartolas presos na Suíça  pretendem pagar uma fiança milionária na expectativa de convencer a Justiça a deixá-los esperar por uma eventual extradição para os Estados Unidos em liberdade condicional, conforme reportagem da Istoé online. Os dirigentes da Fifa foram presos no dia 27 de maio em Zurique, após um pedido da Justiça norte-americana. O governo dos Estados Unidos tem até o dia 3 de julho para fazer o pedido oficial de extradição, se isso não ocorrer, Marin será solto.

Antes da extradição ser avaliada, Marin e os demais cartolas já pediram para aguardar a sentença em liberdade. A resposta será definida nos próximos dias pelo Tribunal Penal Federal, que vai julgar o pedido. O maior obstáculo para a polícia é que os presos não têm propriedades na Suíça, não podendo dar garantias de que não fugiriam. “Existe o risco de fuga”, informou a assessoria de imprensa da Polícia, que acredita ser pequena a chance da liberdade condicional ser concedida.

Notícias relacionadas