Mundo

Reunião de emergência vai discutir síndrome respiratória que já matou 800

A Organização Mundial da Saúde (OMS) que vai convocar, na próxima semana, a comissão de emergências sobre a Síndrome Respiratória do Médio Oriente (Mers) para discutir o problema que já causou inúmeras mortes na Coreia do Sul desde o início de 2015. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : EPA/Jeon Heon-Kyun/Agência Lusa

Por Bárbara Silveira no dia 12 de Junho de 2015 ⋅ 14:01

A Organização Mundial da Saúde (OMS) que vai convocar, na próxima semana, a comissão de emergências sobre a Síndrome Respiratória do Médio Oriente (Mers) para discutir o problema que já causou inúmeras mortes na Coreia do Sul desde o início de 2015.

Ao todo, 126 pessoas foram infectadas no país pelo coronavírus Mers (sigla em inglês) desde o primeiro diagnóstico, em 20 de maio, de um homem que tinha estado na Arábia Saudita e em outros países do Golfo Pérsico. "O número de novos casos diminuiu, mas devemos vigiar a situação", declarou um porta-voz da OMS, Tarik Jasarevic, em entrevista em Genebra. "A comissão de emergências vai se reunir na próxima semana, mas a data ainda não foi marcada, disse.

A Coreia do Sul anunciou nesta sexta (12) que o número de mortes causadas pelo coronavírus Mers aumentou para 11, mas as autoridades pediram calma à população. Pelo menos 3.680 pessoas estão atualmente de quarentena, em casa ou no hospital, em 2008 cerca de 800 pessoas morreram vítimas do problema em todo o mundo.

 

Notícias relacionadas