Polícia

Suspeito de matar marinheiro em passarela é preso e será apresentado nesta terça

De acordo com informações divulgadas pela Polícia Civil, Crispiniano Santos da Silva, 23 anos, vulgo “Epin”, será apresentado à imprensa nesta terça (19). Ele já tinha sido identificado horas antes de ser detido. [Leia mais...]

[Suspeito de matar marinheiro em passarela é preso e será apresentado nesta terça]
Foto : Reprodução / Paulo M. Azevedo

Por Camila Tíssia no dia 18 de Janeiro de 2016 ⋅ 21:21

O suspeito de matar a facadas o marinheiro Marcos Paulo Lira Nunes, de 19 anos, foi preso por equipes do Departamento de Homicídios, no final da tarde desta segunda-feira (18). De acordo com informações divulgadas pela Polícia Civil, Crispiniano Santos da Silva, 23 anos, vulgo “Epin”, será apresentado à imprensa nesta terça (19). Ele já tinha sido identificado horas antes de ser detido.

Inicialmente especulado como latrocíno (roubo seguido de morte), o crime aconteceu na tarde do último domingo (17), em uma passarela que liga o Shopping da Bahia à rodoviária e estação de transbordo de Salvador. Segundo a polícia, o crime teve motivação passional. O marinheiro teria se envolvido com a namorada de Crispiniano e, por isso, foi morto.

Imagens de câmeras de segurança da região estão sendo analisadas pela polícia para esclarecer melhor o caso. O corpo de Marcos foi liberado do Instituto Médico Legal (IML), na tarde dessa segunda-feira (18), e seguiu para o Rio de Janeiro, a cidade natal da vítima.

Em nota, a Polícia Militar informou que a 35ª CIPM, unidade responsável pelo policiamento na região, realiza radiopatrulhamento e abordagens preventivas durante todo o dia e está intensificando as ações na região. Eles afirmaram ainda, que a passarela conta com policiamento ostensivo a pé, através da Operação Corredores Turísticos de Salvador.

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia