Polícia

Taxista que matou estudante de direito é preso em Santa Cruz

Responsável pelo homicídio do estudante de direito Thiago Matos de Araújo, morto a tiros, nas imediações da Estação da Lapa, no dia 22 de novembro, o taxista Cláudio Roberto Lima França Júnior, de 29 anos, foi localizado e preso, na manhã dessa quinta-feira (28). Ele foi encontrado por uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em um imóvel, no fim de linha de Santa Cruz. [Leia mais...]

[Taxista que matou estudante de direito é preso em Santa Cruz]
Foto : Reprodução / Almiro Lopes - Correio

Por Camila Tíssia no dia 29 de Janeiro de 2016 ⋅ 07:21

Responsável pelo homicídio do estudante de direito Thiago Matos de Araújo, morto a tiros, nas imediações da Estação da Lapa, no dia 22 de novembro, o taxista Cláudio Roberto Lima França Júnior, de 29 anos, foi localizado e preso, na manhã dessa quinta-feira (28). Ele foi encontrado por uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em um imóvel, no fim de linha de Santa Cruz.

De acordo com a Policia Civil, logo após matar o estudante, Cláudio fugiu de casa, deixando para trás a companheira Glenda Medeiros Figueiredo, pivô do crime. Alguns dias depois chegou ao imóvel em Santa Cruz, escolhido por ele e a mãe como esconderijo. O taxista teve a prisão temporária decretada pela Justiça no dia 30 novembro e, desde, então, vinha sendo procurado pela polícia.

Apresentado à imprensa na tarde de sexta (28), no auditório da Polícia Civil, na Pituba, pelas delegadas Clelba Regina Teles, diretora adjunta do DHPP, e Patrícia Brito, da 3ª Delegacia de Homicídios (DH/BTS), Cláudio, que é filho de um policial civil, disse em depoimento, no DHPP, ter agido em legítima defesa. O crime ocorreu em frente ao bar Toca do Leão.

Para a polícia, no entanto, o motivo do crime seria ciúmes, já que a vítima teria tido um relacionamento com a companheira de Cláudio, no período em que estiveram separados.  Glenda, que também foi ouvida, não revelou detalhes sobre o suposto relacionamento. Claudio teve o mandado de prisão temporário cumprido e será encaminhado ao Complexo Penitenciário da Mata Escura. A arma utilizada por ele no crime ainda não foi localizada.

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia