Polícia

Quadrilha suspeita de matar homem e filmar execução é presa no Rio Vermelho

Cinco suspeitos pela morte de Jair Nascimento dos Santos, em 22 de novembro do ano passado, quando até filmaram e divulgaram a execução a tiros numa rede social, foram presos na última sexta-feira (19), durante operação da polícia, nas localidades do Rio Vermelho, Chapada do Rio Vermelho, Nordeste de Amaralina e Santa Cruz. [Leia mais...]

[Quadrilha suspeita de matar homem e filmar execução é presa no Rio Vermelho]
Foto : Divulgação/Ascom/PC

Por Jessica Galvão no dia 22 de Fevereiro de 2016 ⋅ 18:16

Cinco suspeitos pela morte de Jair Nascimento dos Santos, em 22 de novembro do ano passado, quando até filmaram e divulgaram a execução a tiros numa rede social, foram presos na última sexta-feira (19), durante operação da polícia, nas localidades do Rio Vermelho, Chapada do Rio Vermelho, Nordeste de Amaralina e Santa Cruz. O grupo que também é responsável por outras duas mortes na mesma região, além da de Jair, que ocorreu nas imediações da Ceasa do Rio Vermelho, foi apresentado à imprensa nesta segunda-feira (22).

Firmino Santana de Jesus Filho, de 19 anos, Janderson Luís Silva de Oliveira, o Janjão, 22, Jean Pessoa de Jesus, 21, Carlos André Pereira Souza, 29, e Adenildo Almeida Santos, o Paraíba, 29 são suspeitos também, pelo assassinato de Adriano dos Santos Nascimento, morto em 3 de fevereiro, no Vale das Pedrinhas, cuja motivação, assim como na morte de Jair, foi dívidas com o consumo de droga. A quadrilha esteve envolvida também no latrocínio do tenente da PM Almirangelo Costa Santana, ocorrido em agosto de 2014, na Rua Francisco Rosa, Rio Vermelho. Outro rapaz identificado como ‘Marão’, que participou do homicídio de Jair, já está no sistema prisional.

Segundo o delegado Odair Carneiro, titular da Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM), uma das armas usadas para matar Jair, uma pistola 9 mm, foi apreendida na operação. Setenta pedras de crack, 33 pinos de cocaína, cinco porções de maconha, 16 munições para calibre 9 mm, sete celulares, três rádios comunicadores e embalagens para acondicionar cocaína também foram apreendidos.

Os cinco traficantes estavam com mandados de prisão em aberto pelos homicídios. Jean, porém, ainda foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma. Com passagens por tráfico e homicídio, todos foram encaminhados à Cadeia Pública, no Complexo Penitenciário da Mata Escura.

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia