Polícia

Suspeito de envolvimento na morte de Carla do Laço teve namoro rejeitado

O traficante Elton Vinícius Bispo Freitas, o Acarajé, de 29 anos, é suspeito de envolvimento no homicídio de Carla Nadiele Moreira da Silva, a Carla do Laço, ocorrido em 27 de dezembro do ano passado, na Fazenda Grande, foi apresentado à imprensa, na tarde dessa terça-feira (1ª), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). [Leia mais...]

[Suspeito de envolvimento na morte de Carla do Laço teve namoro rejeitado]
Foto : Divulgação / Polícia Civil

Por Camila Tíssia no dia 02 de Março de 2016 ⋅ 09:42

O traficante Elton Vinícius Bispo Freitas, conhecido como Acarajé, de 29 anos, é suspeito de envolvimento na morte de Carla Nadiele Moreira da Silva, a "Carla do Laço", ocorrido em 27 de dezembro do ano passado, na Fazenda Grande. De acordo com informações da Polícia Civil, ele foi apresentado à imprensa, na tarde dessa terça-feira (1ª), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Líder do tráfico de drogas na localidade 1º de Maio, na Fazenda Grande, Acarajé estava com mandado de prisão em aberto pelo homicídio de Maria do Amparo dos Santos, e foi preso, no sábado (27), naquele bairro, durante a Operação BTS em Paz, realizada pelo DHPP e por equipes da Polícia Militar. Essa doi a terceira fase da operação.

Segundo o delegado Jamal Amad, coordenador da 3ª Delegacia de Homicídios (DH/BTS), Acarajé lidera a quadrilha suspeita de envolvimento na morte de Carla do Laço. O crime teria sido executado pelo traficante conhecido por Macauli, com a ajuda dos comparsas de prenome Luan e Ítalo. A motivação do crime ainda precisa ser esclarecida pela polícia, mas o delegado já apurou que Macauli tentava se relacionar com Carla do Laço, mas não era correspondido.

OPERAÇÃO
A Operação BTS em Paz, deflagrada em fevereiro, tem como objetivo combater o aumento do número de homicídios nas áreas abrangidas pela 3ª DH/BTS. A operação é realizada semanalmente e acontecerá até o final deste ano. Equipes da Polícia Civil, da Rondesp, do Comando de Policiamento Especializado da PM (CPE), da Operação Gemeos, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), do Batalhão de Choque, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) e do Corpo de Bombeiros participam da operação.

Depois de apresentados à imprensa, durante coletiva conduzida pelo delegado Jamal Amad, coordenador da 3ª DH/BTS, pelo capitão PM Nunes, subcomandante da Rondesp/BTS, e capitão PM Batalha, do CPE, Elton e Rosildo foram encaminhados ao Presídio Salvador, no Complexo Penitenciário da Mata Escura.

 

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia