Polícia

Suspeito de assalto a ônibus é preso em Cosme de Farias

Foi preso nesta sexta-feira (18), Cleiton Marcena dos Santos, de 25 anos, acusado de integrar uma quadrilha de assaltos a ônibus, em diferentes bairros de Salvador. Ele foi pego numa localidade conhecida como Elevador, no bairro de Cosme de Farias. [Leia mais...]

[Suspeito de assalto a ônibus é preso em Cosme de Farias]
Foto : Divulgação/Ascom/PC

Por Jessica Galvão no dia 18 de Março de 2016 ⋅ 13:21

Foi preso nesta sexta-feira (18), Cleiton Marcena dos Santos, de 25 anos, acusado de integrar uma quadrilha de assaltos a ônibus, em diferentes bairros de Salvador. Ele foi pego numa localidade conhecida como Elevador, no bairro de Cosme de Farias.

De acordo com o delegado José Nélis Araújo Júnior, do Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc), no celular do assaltante foram encontradas mensagens de texto trocadas entre ele e outras pessoas informando a movimentação de viaturas da Rondesp, da Operação Gemeos e das 26ª e 58ª Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPMs).

O Gerrc procura agora identificar essas pessoas e apurar se as mensagens tinham como objetivo facilitar a ação dos criminosos. "Ao saber sobre o deslocamento das guarnições da PM, o grupo poderia se deslocar para regiões onde seria fácil cometer assaltos sem o risco de serem flagrados", explicou Nélis.

O delegado também informou que Cleiton, juntamente com um comparsa, cujo nome não foi revelado, praticou dois roubos a coletivos das empresas Integra Salvador Norte e Integra Plataforma, apenas na última quinta-feira (17). Doze vítimas já compareceram à unidade e reconheceram Cleiton, que foi mais uma vez autuado por roubo e encaminhado ao Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF), na Avenida ACM.

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia