Polícia

Homem que atacava clientes em terminais bancários na Tancredo Neves é preso

Foi apresentado, nesta segunda-feira (21) á imprensa, Eduardo José Santos Cerqueira, de 35 anos, suspeito de, nos últimos 15 dias, ter atacado pelo menos cinco clientes de terminais de autoatendimento (TAA), na região da Avenida Tancredo Neves. [Leia mais...]

[Homem que atacava clientes em terminais bancários na Tancredo Neves é preso]
Foto : Divulgação/Ascom/PC

Por Jessica Galvão no dia 21 de Março de 2016 ⋅ 14:00

Foi apresentado, nesta segunda-feira (21) à imprensa, Eduardo José Santos Cerqueira, de 35 anos, suspeito de, nos últimos 15 dias, ter atacado pelo menos cinco clientes de terminais de autoatendimento (TAA), na região da Avenida Tancredo Neves, em Salvador.

Eduardo estava sendo monitorado há uma semana pelos policiais e funcionários das agências proprietárias dos TAAs, que perceberam a presença dele, na última sexta-feira (18), em um dos pontos que costuma atacar, já se preparando para um novo assalto.

De acordo com a delegada Maria Selma Lima, titular da 16ª Delegacia Territorial (DT/Pituba), os gerentes de duas agências procuraram a delegacia para informar sobre um assaltante que já teria roubado cinco pessoas, em poucos dias. Imagens dos locais atacados foram analisadas e uma operação foi montada para prendê-lo.

Na sexta-feira, como sempre fazia, Eduardo posicionou o carro que dirigia, um Pálio, azul, de duas portas, nas imediações de uma agência e foi em sua direção. Em seguida, chegaram os policiais, que apreenderam com ele um revólver calibre 38 e seis munições do tipo holly pointer, que explode quando atinge o alvo.

Segundo a polícia, Eduardo já responde processo por tentativa de homicídio, em Morro do Chapéu, e tem passagens por furto e tráfico de drogas, em Feira de Santana. No primeiro caso, justificou o crime à delegada como um equívoco, pois trabalhava como vigilante naquela cidade e tentou impedir que uma pessoa invadisse o local onde trabalhava.

Com prisão preventiva já decretada, depois da apresentação à imprensa o assaltante seguiu para a cadeia pública. A mãe dele, que esteve na delegacia depois de sua prisão, disse à delegada Maria Selma, que o filho é usuário de drogas. O material apreendido foi para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e o carro que utilizava, também apreendido, terá sua procedência investigada.

Notícias relacionadas