Polícia

Suspeito de mortes é preso em Camaçari; adolescentes foram apreendidos

De acordo com a Polícia Civil e a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, a apreensão foi feita por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), durante investigações sobre os homicídios ocorridos desde a última quinta-feira (25), no município. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/SSP-BA

Por Camila Tíssia no dia 30 de Agosto de 2016 ⋅ 11:34

Reinan Tavares de Souza, 18 anos, foi preso nessa segunda-feira (29), suspeito de participar de 11 mortes na Região Metropolitana de Salvador, no último final de semana. Na operação, realizada no bairro de Jardim Limoeiro, em Camaçari, dois adolescentes foram apreendidos, assim como um revólver calibre 38, 139 pedras de crack, sete pinos de cocaína e cerca de 30 gramas de maconha.  

De acordo com a Polícia Civil e a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, a apreensão foi feita por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), durante investigações sobre os homicídios ocorridos desde a última quinta-feira (25), no município.

Ainda segundo a polícia, o preso Reinan Tavares de Souza, 18 anos, é acusado também de tráfico de entorpecentes. As drogas e a arma estavam escondidas dentro de uma casa, em posse de dois adolescentes, de 16 e 17 anos, que foram encaminhados à Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI). O material seguiu para a perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). 

“Temos fortes indícios da participação dele [Reinan] nos crimes do final de semana e já estamos solicitando à Justiça a sua prisão preventiva”, afirmou a titular da 4ª Delegacia de Homicídios (Camaçari), delegada Maria Tereza Santos Silva. Ela explicpou ainda que as diligências continuam em busca de capturar Bruno de Oliveira Santos, o 'Quatro de Espadas' do Baralho do Crime apontado com um dos autores e mandantes dessas ações criminosas.

Já secretário de Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, disse que o objetivo é desarticular as organizações criminosas que atuam na região e prender todos que participaram desses crimes. As equipes do DHPP e do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) continuam com ações para investigar as mortes na região na região.

Leia mais:
Traficante do Baralho do Crime é suspeito por 11 mortes no fim de semana

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia