Polícia

Estelionatário é preso tentando sacar R$ 30 mil de aposentado em Guanambi

O catarinense Ademir Brígido, de 40 anos, foi preso, na última quinta-feira (1º), no interior de uma agência bancária, em Guanambi, município da região sudoeste do estado, por uma equipe da 22ª Coordenadoria Regional de Policia do Interior (Coorpin), com sede naquela cidade. De acordo com a polícia, ele é acusado de desviar R$ 100 mil referentes ao benefíco de um aposentado morador de Minas Gerais. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/Ascom/PC

Por Jessica Galvão no dia 02 de Setembro de 2016 ⋅ 17:09

O catarinense Ademir Brígido, de 40 anos, foi preso, na última quinta-feira (1º), no interior de uma agência bancária, em Guanambi, por uma equipe da 22ª Coordenadoria Regional de Policia do Interior (Coorpin), com sede naquela cidade. De acordo com a polícia, ele é acusado de desviar R$ 100 mil referentes ao benefíco de um aposentado morador de Minas Gerais.

Há 10 dias em Guanambi, Ademir usou documentos falsos para abrir uma conta corrente no nome da vítima, que mora em Governador Valadares, em Minas, e passar a fazer retiradas. Ainda segundo a polícia, ele foi preso quando se preparava para sacar R$ 30 mil da conta do aposentado.

Com passagens anteriores por estelionato e tráfico de drogas, Ademir é suspeito de fazer parte de uma quadrilha de estelionatários especializada em aplicar golpes em aposentados que age em outros estados, segundo o coordenador de Guanambi, delegado Clécio Chaves.

Ademir foi autuado em flagrante mais uma vez por estelionato, agora pelo delegado José Ribeiro Lopes, titular da DT/Guanambi, responsável pelas investigações. Ele também vai responder por falsificação de documentos e falsidade ideológica.

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia