Polícia

Operação desarticula quadrilha e prende 12 que agiam em Salvador e RMS

Com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que atuava no bairro da Cidade Nova, em Salvador, doze mandados de prisão temporária foram cumpridos na última sexta-feira (2), durante operação da Polícia Civil, coordenada pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Divulgação/Ascom/PC

Por Jessica Galvão no dia 05 de Setembro de 2016 ⋅ 18:43

Com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que atuava no bairro da Cidade Nova, em Salvador, doze mandados de prisão temporária foram cumpridos na última sexta-feira (2), durante operação da Polícia Civil, coordenada pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). Na ação sete armas foram apreendidas, sendo uma delas simulacro, cocaína, maconha, crack e material para refinar e distribuir drogas.

De acordo com o delegado Jamal Amad, coordenador da 3ª Delegacia de Homicídios (DH/BTS), a quadrilha é responsável por, pelo menos, nove homicídios praticados na região de Cidade Nova, todos com a intenção de expandir o tráfico de drogas naquele bairro. "A operação foi um sucesso, retiramos das ruas doze pessoas envolvidas com diversos crimes, mas o trabalho ainda não foi encerrado Existem mais treze pessoas dessa quadrilha com mandados expedidos e estamos nas ruas à procura delas", falou.

Segundo a polícia, foram presos em flagrante Natanael Silva Lima, de 32 anos, com quatro pacotes de cocaína, Alberto Freitas dos Santos Júnior, o Galego ou Big, 43, com duas pistolas calibre 380 e dois carregadores com 23 cartuchos intactos, Géssica Santana de Souza, 25, com 51 pedras de crack, 12 pinos de cocaína, 60 dolinhas de maconha e uma balança de precisão, e Lucas Oliveira Gomes dos Santos, 20, com um revólver calibre 38 e seis cartuchos intactos.

Dois outros traficante também foram presos: Alessandro Pereira Silva, o Malhado, 26, com uma pistola calibre 38, com carregador e 11 cartuchos intactos, um tablete de maconha, uma pedra de crack, um tablete de cocaína, uma balança de precisão e maconha acondicionada em saco plástico, e Arnaldo Neves Barbuda Júnior, 39, com um revólver calibre 38 e um simulacro de pistola.

Por conta de mandado judicial estão custodiados Jair Sousa de Jesus Junior, 33, Paulo Julio de Almeida Neto, Netinho, 33, Carla Leal Santos, 25, Leandro dos Santos Reis, o Léo, 28, Herbert de Jesus Santos, o Lacraia ou Papão, 25, Rodrigo Vitório dos Santos, o Digão, 24. Já Gilvanci Souza Reis, 27, que já está no sistema prisional, deverá responder a mais um processo.

Apontado como líder do tráfico no bairro da Cidade Nova, Othon Carlos de Aquino de Jesus, o Goiaba, 32, foi baleado em confronto com a polícia, em Simões Filho, e morreu. Com ele, foi encontrada uma pistola 9 mm, carregador, 870 gramas de maconha, 29 pinos de cocaína e munição.

A ação - que ocorreu, simultaneamente, nos bairros de Cidade Nova, Pau Miúdo, Liberdade, Paripe e nos municípios de Simões Filho, Mata de São João, Jiquiriçá e Salinas das Margaridas - contou com a participação de mais de 240 policiais dos departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), Polícia do Interior (Depin), Polícia Metropolitana (Depom), Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) e da Coordenação de Operações Especiais (COE).

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia