Polícia

Bahia é primeiro a usar simulador em ocorrências; estreia acontece no Carnaval

A polícia baiana passa a contar com mais uma ferramenta, que faz parte do Sistema de Gestão de Informação e Inteligência, instalado no Centro Administrativo da Bahia (CAB): o novo simulador de ocorrências. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), o objetivo é ajudar em grandes eventos, situações corriqueiras, a exemplo de manifestações, em casos de desastres naturais, entre outras demandas. A estreia será no próximo Carnaval de Salvador, em 2017. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Alberto Maraux / SSP-BA

Por Camila Tíssia no dia 13 de Outubro de 2016 ⋅ 11:11

A polícia baiana passa a contar com mais uma ferramenta, que faz parte do Sistema de Gestão de Informação e Inteligência, instalado no Centro Administrativo da Bahia (CAB): o novo simulador de ocorrências. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), o objetivo é ajudar em grandes eventos, situações corriqueiras, a exemplo de manifestações, em casos de desastres naturais, entre outras demandas. A estreia será no próximo Carnaval de Salvador, em 2017.

Na prática, o programa será alimentado com informações sobre o fato e traça um diagnóstico do que deve ser promovido de imediato. A SSP-BA é a primeira do Brasil a utilizar esse tipo de equipamento. "A localização geográfica do fato, efetivo disponível e armamento, entre outras informações, são inseridos no banco de dados do sistema. Assim, o programa aponta qual deve ser o isolamento do local, as rotas de entrada e saída, quantos policiais serão necessários, quais ferramentas auxiliarão no local da ocorrência, se é imprescindível o deslocamento de ambulâncias etc", afirma a secretaria.

Inicialmente, o simulador, foi um pedido do secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, e passou por 20 adaptações para ser utilizado no dia a dia dos policiais. O sistema é alimentado com informações das forças de segurança federais, estaduais e municipais que já atuam juntas em grandes eventos.

“Estamos colocando a polícia baiana para caminhar lado a lado com o que se usa de mais moderno no mundo em situações de grandes ocorrências. O sistema faz parte do investimento, feito pelo Governo do Estado, no Centro de Operações e Inteligência da SSP e em equipamentos”, explicou Barbosa.

O coordenador de operações do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR), major PM Paulo Roberto, disse que simulações de explosão na Arena Fonte Nova e de acidente com aeronave no Aeroporto Internacional de Salvador serviram de cenários para teste do sistema. “Estamos concluindo a parte de capacitação dos nossos servidores e o próximo passo é apresentar a nova ferramenta para integrantes de instituições parceiras da SSP em grandes eventos”, pontuou.

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia