Polícia

Polícia Civil monta operação para investigar casos de ataques com seringa

O Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) da Polícia Civil (PC) criou nesta sexta-feira (21) uma equipe para ir até as unidades de saúde para entrevistar vítimas que procuraram atendimento após terem sido feridas por ataques de seringa em circunstâncias semelhantes. [Leia mais...]

[Imagem not found]
Foto : Reprodução

Por Laura Lorenzo no dia 21 de Outubro de 2016 ⋅ 15:26

O Departamento de Polícia Metropolitana (Depom) da Polícia Civil (PC) criou nesta sexta-feira (21) uma equipe para ir até as unidades de saúde para entrevistar vítimas que procuraram atendimento após terem sido feridas por ataques de seringa.Outras medidas tomadas para intensificar as buscas aos responsáveis pelas ocorrências com seringas é a verificação de câmeras de monitoramento nos locais onde foram relatados os ataques para analise das imagens.

De acordo com o diretor em exercício do Depom, Carlos Habib, a Polícia Civil e a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) estão trabalhando em conjunto para coletar o maior número possível de informações. “Esses dados vão subsidiar a investigação para que possamos chegar ao autor ou autores desses ataques”, afirmou o delegado. 

As vítimas que procurarem um posto de saúde que já conte com uma unidade da PC serão entrevistada antes de serem liberadas. Os dados colhidos serão utilizados para a confecção de um retrato-falado do suspeito.

Quem tiver informações que possam auxiliar a polícia na identificação ou captura do suspeito pode ligar para o Disque-Denúncia (3235-0000) ou para 190. Não é preciso se identificar.

 

Notícias relacionadas

[Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos]
Polícia

Ação da PM em Lauro de Freitas deixa dois mortos

Por Matheus Simoni no dia 16 de Setembro de 2018 ⋅ 17:30 em Polícia

Eles foram flagrados com pistola, revólver e munições, além de ter envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia